Importante para sua boa navegação pelo blog.

Importante para sua boa navegação pelo blog.

Certo e errado. Perder e ganhar. Revendo atitudes.

Achei o texto abaixo nos meus guardados do computador. 

Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/hledej.php?page=100&hleda=crian%C3%A7a+braba

A ideia é levar a criança a pensar em suas atitudes, e eles fazem isto muito bem desde que com uma boa assistência do educador. Até gostam, já citei anteriormente, crianças no mundo moderno não têm espaço para pensarem sobre seus sentimentos e atitudes. 
Para que não se tornem robotizadas, podemos ajudá-las a se tornarem adultos pensantes e conscientes de seu papel na sociedade. 

Certo e errado. Perder e ganhar.

Se alguma vez assististe a um concurso, então já sabes alguma coisa sobre o “certo” e o “errado”. O jogador que responde errado perde o jogo. O jogador que responde certo, ganha.
Na vida, o “certo” e o “errado” são um pouco assim.
Quando fazes alguma coisa errada, alguém perde — tu ou a outra pessoa. Quando fazes uma coisa certa, todos ganham.
Se não deixares o teu irmão entrar no jogo, ele perde a oportunidade de jogar. Tu também perdes — a oportunidade de seres justo e gentil.
Mas se jogarem o jogo juntos, então ambos ganham.

Distinguir o bem do mal.

Provavelmente, a maneira mais simples de distinguires o bem do mal é perguntares a ti mesmo:
— Será que vou magoar-me ou magoar alguém? Será que vou ferir os sentimentos de alguém?
Se sim, então está mal.

A tua consciência.

Já deves ter visto desenhos onde alguém está a tentar tomar uma decisão.
Um pequeno anjo num ombro aconselha-o a fazer o bem.
Um pequeno diabo no outro ombro aconselha-o a fazer o mal.
Claro que isto não acontece na vida real, mas a tua “consciência” é um pouco o anjo. A tua consciência está dentro de ti e ajuda-te a fazer o bem.

Todos erramos.

Quando magoares alguém por fazeres alguma coisa errada, reconhece que fizeste mal e pede desculpa.
Tenta encontrar uma maneira de fazeres que a outra pessoa se sinta melhor. Podes fazer um desenho para mostrares que estás arrependido. Podes arranjar o que estragaste ou devolver o que tiraste.

Bons e maus dias.

Alguma vez sentiste que estás a ter um mau dia? Talvez estejas cansado e irritado. Talvez seja a tua irmã que está a aborrecer-te. Talvez queiras até fazer alguma coisa que não te é permitida.
Não podes evitar o que sentes, mas podes mudar a tua maneira de agir.
Não tens que ser mau quando estás zangado. Não tens de gritar com a tua irmã quando ela está a ser aborrecida e não deves utilizar as coisas novas do teu pai sem lhe pedir licença.

Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/hledej.php?page=100&hleda=crian%C3%A7a+braba


Tu mandas na tua boca, nas tuas mãos e nos teus pés.
Tu tens poder para fazer o que está certo.
Não podes mudar ou controlar os outros, mas podes controlar as tuas próprias ações.

Faixa etária: 

o texto pode ser aplicado dos 7 aos 12 anos adequando as palavras e a forma de abordar o tema. 


Atividade:

Uma atividade legal é fazer uma dramatização com frases do texto e as crianças irão identificar uma situação da sua vida. Na dramatização deve ocorrer o problema, como foi encarado, se bem ou mal, e a solução.

 Exemplo: 

A frase do texto: 

Alguma vez sentiste que estás a ter um mau dia? Talvez estejas cansado e irritado. Talvez seja a tua irmã que está a aborrecer-te. Talvez queiras até fazer alguma coisa que não te é permitida.

Eles vão reconhecer uma situação onde sentiram essas emoções e junto com o educador, transformar em dramatização dando um final legal e sem mal entendidos. Funciona mesmo, presenciei na prática. As crianças trazem ricos conteúdos de suas vidas e não se importam em compartilhar com o grupo.

O ambiente em sala de aula deve ser de  harmonia, sempre enfatizando a importância do grupo e da ajuda mútua. Não permitir que se critiquem mutuamente nem agressões verbais ou físicas, Sempre podemos resolver conversando, e se o colega não quer conversar, quem perde é ele. 

Você que cultiva a paz e a harmonia sempre sai ganhando.

Comentários

Socorro Melo disse…

Olá, Jeanne!

Muito legal esse texto. Até mesmo nós, adultos, acabamos fazendo uma reflexão sobre nossas atitudes, pois, quantas vezes agimos com imaturidade. As crianças e os jovens precisam mesmo aprenderem a refletir e a se conhecerem e a cultivarem a paz.

Grande abraço
Socorro Melo

Postagens mais visitadas deste blog

João e o pé de feijão. Historinha infantil com moral da história, dinâmicas e atividades.

A festa no céu. Narrativas diferentes da mesma história.

A PRIMAVERA DA LAGARTA - Ruth Rocha.